Câncer de Próstata

  1. INÍCIO
  2. CÂNCER DE PRÓSTATA

O que é a Próstata?

A próstata é uma glândula do sistema genital masculino. Localizada na região pélvica, próximo a porção inferior da bexiga, é responsável pela produção de substâncias que compõe o sêmen.
No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. Estima-se que a cada ano quase 70 mil homens desenvolvam a doença.
O tipo mais comum de câncer de próstata é o adenocarcinoma. Classificamos o câncer baseados na extensão do tumor e no comprometimento de gânglios linfáticos ou outros órgãos. Alem disso, o escore de Gleason, descrito a partir da biópsia da próstata poderá nos prever o grau de agressividade da doença.

Fatores de Risco

  • Idade: a maioria dos homens tem mais que 50 anos, o pico de incidência é de 65 anos.
  • Histórico Familiar: a presença de câncer de próstata em familiares como pais, irmãos, tios e avós aumenta a chance de desenvolver câncer de próstata
  • Estilo de Vida: sedentarismo e dieta rica em gorduras de origem animal podem aumentar o risco.
  • Inflamação: doenças inflamatórias crônicas da próstata e DST’s podem aumentar o risco de desenvolver câncer de próstata.
  • Paciente descendentes de etnias negras tem risco aumentado de desenvolver câncer de próstata.

Sintomas

Diagnóstico

O diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura do câncer de próstata. Portanto, homens negros ou com histórico familiar da doença devem procurar um Urologista aos 45 anos. Homens assintomáticos e sem fatores de risco devem procurar o Urologista aos 50 anos. Independente da idade devem agendar consulta homens com sintomas urinários.

PSA X Toque Retal

Talvez a pergunta mais frequente no consultório do Urologista seja: Doutor, eu preciso mesmo fazer o exame do toque?Se eu fizer somente o exame de sangue do PSA ?
O diagnóstico do câncer de próstata é feito em 3 etapas.
O exame de toque retal é um exame rápido, simples e indolor. Com ele o médico urologista consegue avaliar o tamanho, a consistência e a presença de nódulos na próstata. Leva cerca de 5 segundos. O exame é indispensável pois cerca de 20% dos casos é diagnosticado somente com o exame de toque retal.

O que é PSA ?

O PSA é uma proteína produzida pelas células da próstata. Um nível mais alto de PSA dosado a partir do sangue pode indicar câncer de próstata, mas também pode indicar outras doenças por isso a importância da combinaçAo entre toque retal e PSA.
Além disso, o PSA é utilizado para acompanhamento após o tratamento e para monitorizar a presença de possíveis metástases.

Biópsia da Próstata

Após realizar o toque retal e a coleta do PSA o médico suspeitar de câncer de próstata deverá ser realizada a Biopsia guiada pelo Ultrassom da Próstata. O exame é feito com anestesia e consiste na retirada de fragmentos da próstata para analise pelo médico patologista, ele afirmará se existe câncer na próstata e definirá o Gleason da doença.

Quando devo realizar exame de Ressonância Magnética?

A ressonância multiparamétrica da próstata vem ganhando importância no diagnostico e no estadiamento da doença. Principalmente em casos duvidosos, de PSA persistentemente elevado com biópsias prévias negativas.

Tratamentos

Os tipos de tratamentos variam de acordo com o estadiamento, idade e estado de saúde do paciente e aceitação de possíveis efeitos colaterais do tratamento.

Cirurgia

A Prostatectomia Radical é a cirurgia de escolha para o tratamento do câncer de Próstata. Nela são retiradas a próstata, as vesículas seminais e um fragmento da uretra. Existem 3 formas para realizar a prostatectomia radical:

  • Aberta: primeiro método adotado, consiste na incisão da pele com uma cicatriz abaixo da cicatriz umbilical até a região inferior do abdômen. Tem como vantagem a ampla acessibilidade, pode ser realizada em pequenos centros e hospitais de menor porte.
  • Vídeo Laparoscópica: método minimamente invasivo com pequenas incisões no abdômen por onde são inseridas pinças e uma micro câmera. Esta técnica tem como vantagem um menor tempo de recuperação do paciente, menor dor pós operatória e menor quantidade de sangramento durante o ato cirúrgico.
  • Robótica: semelhante a videolaparoscópica, nesta técnica o cirurgião possui o auxilio de braços robóticos melhorando sua ergonomia e eliminando possíveis tremores, alem de uma imagem magnificada do campo cirúrgico. Tem como desvantagem o custo e a disponibilidade restrita a grandes centros urbanos.

Radioterapia

A radioterapia também é frequentemente usada para o tratamento do câncer de próstata. Tanto em casos iniciais em que o paciente não tenha condições clinicas para ser submetido ao procedimento cirúrgico ou para complementação em casos de recidiva da doença.

Quimioterapia

Geralmente é usada para casos metastáticos ou com baixa resposta aos tratamentos iniciais. Pode prolongar a vida e diminuir sintomas locais da doença.

Hormonioterapia

Esta técnica é utilizada para reduzir o tamanho tumoral ou retardar o seu crescimento. São utilizadas drogas antiandrogênicas, agonistas LHRH ou a Orquiectomia ( retirada bilateral dos testículos) ocasionando uma diminuição nos níveis de testosterona circulantes.

Vigilância Ativa

Sabe-se que o câncer de próstata é na maioria das vezes de crescimento lento e indolente. Para homens, mais velhos ou com alguns problemas de saúde, pode ser indicado a modalidade de tratamento chamada de Vigilância Ativa.
Esta abordagem inclui o acompanhamento rigoroso através do controle do PSA, toque retal e de exames de biopsia e imagem sem o emprego de tratamento ativo. Até 70% dos pacientes conseguem manter o protocolo de vigilância ativas nos próximos 10 anos da doença.

Agende sua consulta

Preencha o formulário que entraremos em contato com você.

Menu